sexta-feira, 17 de abril de 2009

Despedida ( por Raffa Gomes)





"...e é carinho no braço alheio,
fragmento desprezado,desatento
à outros,realinhado desgostoso,
para outra sensação,de margem oposta!

Criatura de barro,perfeição primeira,
voluptuosos gestos,desfeitos na tamanha
graciosidade de corpo inteiro,
universo em peso,preso,encerrado
num ser.Só!

Acolhedor de vago peito aberto,
pulsar conseqüente de continua respiração,
sertanejisse costeira,leves pêlos quase .
Acarinhar inconseqüente, sem pretensão
Diversa ,diversas tal continuação
de ombros extensos,extremados
Num único ser, que é e só!

Sentir mais forte, dias que nascem após dias,
simplesmente.Pássaro líder,que leva a passarada,
migração de abraço para outro contato,já previsto.
Derradeiro contato. Despedido.
Como se fosse o último. Com pedido
não falado,subtraído a quase balbuciar de visão
que se rejeita:
Carrega,contigo,uma porção de mim?"

Raffa Gomes
14/02/09
00:33 Am

2 comentários:

Nadine Granad disse...

Parabéns!
Adorei os poemas... e o visual inclusive...
Sou novata em blogs..quando crescer quero um igual assim ...haha...
Gostei muito dos neologismos... da seleção precisa de palavras ricas em significação e musicalidade... Lembra-me muito Guimarães Rosa...

Abraços!
OBS: Indicação da Helen ;D

ANDREIA disse...

Li todas e amei, parabéns!!!!
Quando crescer quero ser assim.....